quinta-feira, 16 de março de 2017

196 - problemas de pedestres em climas tropicais

motoristas que veem a água
e veem quem vem
mas ainda assim vem vindo
e molham alguém:

vão se foder

quinta-feira, 9 de março de 2017

domingo, 5 de fevereiro de 2017

194 - Preso na Cadeia Alimentar pela Lei de Murphy

Percebi uma lagartixa, pequena e simpática, morando no meu banheiro.
Gosto de pensar que ela vai crescer forte comendo as muriçocas que me atormentam.
Mas do jeito que as coisas costumam ir nessa vida, capaz dela comer as aranhas que fazem isso. E depois ser morta sem motivo pelo meu gato.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

193 - tiro suave em peito largo

- Saudades, vamo se ver...
- Vamo sim... Mas vamo se ver por acaso num sábado à tarde, vai que nossos rolês batem e calhe da gente estar no mesmo pico e que a gente resolva dar uma esticada... Ou numa sexta caótica, em que o cara que eu queria experimentar tenha ido embora e o cara que você achou que tinha combinado não apareça e eu ainda tenha saudade de te beijar e talvez você ainda tenha saudade de mim... Num dia que eu esteja entediado e você também esteja entediado e eu veja você na minha lista de contatos e vai que dá coragem de te ligar casualmente e seu celular dessa vez não sumiu de novo... Quem sabe o contrário... Vamo marcar qualquer dia desses, quando um espaço na minha agenda supostamente apertada se encaixe num momento que esteja livre de suas outras dezessete ou dezenove prioridades...
E tomara que seja num daqueles dias depois daquelas noites que pensei em você antes de cair no sono...

domingo, 4 de dezembro de 2016

192 - Sem título

Pele ilesa
ansiosa por cicatrizes.
Barba por crescer,
pés por calejar.

Botão de rosa a florescer,
ou flor aberta a murchar?

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

191 - sem título

hoje distraído andava de ônibus e vi um frigorífico abrindo onde antes era uma igreja. mais cedo, encontrei uma farmácia no lugar que ficava uma loja de sapatos. nada dura em Ilhéus. só mesmo a cara dos vereadores achando que ganham pouco pelo nada que fazem.

domingo, 9 de outubro de 2016

190 - ficção ou coisa parecida de baixa qualidade


No mercado, há dois meses, vende-se milho BM-323T e soja ST23. Antes era o milho BM-315T e a soja GM-174. Antes disso ninguém se lembra muito bem. Ninguém se importa. O gosto é o mesmo (ruim), o preço varia independentemente. Milho e soja são ração e sem ração ninguém vive.
Na outra seção tem uma porção de sachês com nomes da tabela periódica e adjacências que misturando em proporções ensinadas em programas matinais e aplicativos baratos dão (ou parecem dar) cor, cheiro e até sabor pros grãos insossos e geneticamente idênticos.

Há boatos de versões modernas de hippies que plantam temperos dentro de casa. Planta mesmo, com folha e tudo. Como fazem isso, sem ajuda de aplicativo nenhum, é um mistério.